Como tirar o CRECI? Confira aqui o passo a passo

Como tirar o CRECI?

Está em busca de novas oportunidades profissionais e, para isso, precisa saber como tirar o CRECI? Primeiramente, vale destacar que essa é uma decisão acertada, já que as projeções apontam para um crescimento do mercado de imóveis no Brasil em 2021.

Fora isso, com as taxas de desemprego batendo sucessivos recordes em nosso país, a alternativa de trabalhar em regime autônomo vem ganhando cada vez mais adeptos e, nesse novo contexto, a especialidade de corretor de imóveis se destaca.

Mas isso não significa que se pode ingressar na profissão e começar a qualquer hora. Antes de fazer sua primeira venda, é necessário cumprir um percurso que envolve estudo, disciplina e dedicação até a obtenção do registro como corretor. Veja neste artigo como fazer!

O que é o CRECI?

Todo corretor de imóveis devidamente credenciado é obrigado por lei a ter registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis, o CRECI. Somente com esse número o profissional estará habilitado a negociar imóveis com toda a segurança e credibilidade exigidas para o exercício da função.

Afinal, vender um imóvel é um processo que demanda muito conhecimento do mercado e das diversas nuances envolvidas em uma negociação. Para isso, o corretor deverá estar apto a argumentar com clientes sobre tópicos de interesse — o que envolve conhecimentos de Engenharia Civil e de Direito do Consumidor, por exemplo.

Quem pode tirá-lo?

Sendo assim, só poderá ingressar como corretor profissional no mercado imobiliário aquela pessoa que cumprir os requisitos para a retirada do CRECI. Nessa jornada, é indispensável realizar o chamado curso de Técnico em Transações imobiliárias (TTI).

Ao buscar pelo curso, o candidato a corretor deverá se certificar de que a instituição de ensino é credenciada pelo CEE do seu Estado e chancelada pelo sistema CRECI/COFECI. Ainda, para se candidatar, é preciso atender aos requisitos mínimos exigidos para fazer a matrícula:

  • idade mínima de 18 anos;
  • ter concluído o ensino médio.

Também pode fazer o curso quem estiver cursando o Ensino Médio em uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educacão (MEC). Depois de concluído o curso, será exigido, ainda, o cumprimento de estágio obrigatório.

Nessa nova etapa, o futuro corretor precisará reunir a documentação exigida pelo CRECI para que o órgão autorize o início do estágio profissional. Junto a essa documentação, é preciso preencher o formulário para realizar a inscrição como estagiário e a posterior emissão da respectiva carteira.

Qual é o passo a passo para sua emissão?

Cumprido o estágio em uma empresa do ramo imobiliário, você estará a um passo de realizar sua primeira venda de imóveis. Mas, antes, precisará obter o diploma de Técnico de Transações Imobiliárias — que, por sua vez, deve ser emitido assim que o curso for concluído.

Com o diploma, junte-o ao Relatório de Estágio Supervisionado, documento que atesta que você obteve a experiência profissional mínima para exercer a profissão. O estágio é uma etapa fundamental, já que é nela que o futuro corretor conhecerá os meandros da atividade.

Sendo assim, busque por vagas em corretoras sérias e de credibilidade. Só assim um profissional garante uma transição proveitosa entre a teoria e a prática.

Quais são os custos envolvidos em todo o processo?

Como toda profissão, antes de trabalhar em uma imobiliária na posição de corretor de imóveis, você deverá arcar com o investimento necessário para obter formação e registro profissional. Esse custo varia entre as cidades e Estados, por isso, é preciso colocar na ponta do lápis despesas como:

  • deslocamentos para o curso, caso ele seja presencial;
  • material escolar;
  • alimentação;
  • hospedagem, caso você tenha que sair da sua cidade.

O preço do curso TTI também varia de um lugar para outro. Em média, ele custa na faixa de R$ 700,00 a R$ 1,5 mil, podendo ser, na maior parte dos casos, pago em parcelas mensais.

Quais são os documentos necessários?

Para fazer o curso TTI, você precisa preencher os requisitos dos quais falamos anteriormente. Além disso, deve apresentar a documentação exigida. Ela consiste em:

  • cópia do histórico escolar do Ensino Médio;
  • cópia da certidão de nascimento ou casamento;
  • identidade para brasileiros ou RNE para estrangeiros;
  • CPF.

Como tirar o CRECI envolve também o cumprimento de estágio obrigatório, depois dessa etapa, você precisará reunir uma nova documentação.. Nessa etapa, serão exigidos os seguintes documentos:

  • CPF;
  • RG;
  • foto 3X4;
  • para homens, certificado de alistamento militar;
  • comprovante de endereço com CEP;
  • certidão de nascimento ou casamento;
  • para estrangeiros, cópia do Registro Nacional de Estrangeiro;
  • cópia autenticada do comprovante de conclusão do Ensino Médio.

E depois de credenciado, como se destacar?

Parabéns, a essa altura, você já estará pronto para atuar no mercado imobiliário dentro das exigências legais. Mas essa é apenas a primeira etapa de um longo percurso profissional, afinal, o objetivo de todo corretor é sempre fechar mais negócios, certo?

Veja a seguir o que fazer para se destacar no competitivo ramo de compra e venda de imóveis!

Mantenha-se atualizado

O segmento imobiliário é um dos mais estratégicos para a economia do país. Ele é diretamente impactado por decisões do governo e por mudanças nas taxas de juros, ou seja, a SELIC e a Taxa Referencial. Portanto, é preciso estar sempre atento às notícias sobre economia para que possa antecipar tendências e elaborar novas estratégias de negociação.

Aprenda a usar a tecnologia

O mercado imobiliário também evolui com a marcha tecnológica. Hoje, é muito comum as imobiliárias oferecerem visitas virtuais e até em 3D. Por isso, o corretor precisa estar pronto para fazer uso dos novos recursos conforme eles vão sendo incorporados.

Acompanhe as tendências do mercado

Outra característica do segmento imobiliário é que ele oscila de acordo com os movimentos da economia. Essas mudanças provocam alterações de preços, que podem subir ou descer conforme a demanda varia. Um corretor bem preparado está sempre atento a essas variações e, assim, aprende a detectar onde estão as melhores oportunidades.

Você viu neste artigo que aprender como tirar o CRECI é somente um passo inicial em uma carreira das mais desafiadoras e estimulantes. O segredo do sucesso nessa profissão é nunca se acomodar já que, nela, o profissional tem que matar um leão por dia.

Agora, queremos conhecer as suas expectativas e o que você acha que deve acontecer no mercado imobiliário daqui para a frente. Use o espaço para comentários, ele é todo seu!

  • Created on .

Mantenha-se atualizado com notícias, inspirações e eventos



Todo o mercado imobiliário em suas mãos

Social


Copyright 1989 - - Alterdata Software - Todos os Direitos Reservados

Ligue agora, é grátis

0800 704 1418