Conheça as tendências para o mercado imobiliário em 2021

Tendências para o mercado imobiliário 2021

Veio até aqui para saber quais são as tendências do mercado imobiliário em 2021? Então, este conteúdo será de grande proveito. Afinal, a verdade é que 2020 foi muito complicado e desafiador tanto para as pessoas quanto para os negócios.

Essa realidade faz com que imaginemos como será o próximo ano. Você certamente já está planejando ações, pensando em estratégias e visando o crescimento dos lucros. Porém, será que seu negócio está preparado para conseguir vender mais em 2021?

É sobre isso que falaremos por aqui. Não basta ter uma boa variedade de imóveis, é preciso analisar e acompanhar estratégias comerciais a fim de compreender o comportamento do público consumidor durante o “novo normal”.

A seguir, selecionamos as maiores tendências para o mercado imobiliário em 2021. Entenda quais são as soluções que auxiliam profissionais do setor diante desse cenário!

Taxa Selic em baixa

A Taxa Selic baixou muito em 2020 e outras diminuições podem ocorrer. Para se ter ideia, em 2019 esse índice marcou 6,5%. No fim deste ano, no entanto, chegou a 2% — o menor nível da história. Essa realidade é contemplada de duas formas:

  • as condições de pagamento de empréstimos são mais simples;
  • investimentos em renda fixa têm ganhado juros baixíssimos.

Especialistas financeiros preveem que a Selic não passará de 2,50% em 2021. Em 2022 ela pode chegar a 4,50%. Logo, se os economistas acertarem, o mercado imobiliário vai bombar nos próximos meses, porque os juros dos financiamentos serão reduzidos.

Investidores de renda variável

Os investidores de ações podem reagir comprando imóveis, já que investimentos tradicionais não estão rendendo como há alguns anos. É um cenário que pode beneficiar todos os envolvidos: tanto quem está com propriedades em estoque e precisa vender quanto compradores que não sofrerão com juros altos.

Presença na internet

Você provavelmente não quer ficar atrás dos concorrentes que já estão nas redes sociais ou blogs, certo? Então, para potencializar as vendas e manter o vínculo com seus clientes é preciso abraçar o mundo digital.

O público resolve tudo pela web — estuda, pesquisa, conversa, negocia etc. Portanto, a cada momento que você perde a oportunidade de marcar presença na internet, perde também a chance de conquistar espaço e se consolidar.

Vendas online

As vendas online já são tendência há um bom tempo e isso deve permanecer no cenário pós-crise. Os vendedores do setor imobiliário vão usar cada vez mais o comércio eletrônico para captar compradores e fechar vendas.

Os clientes serão fisgados por negócios com plataforma digital, rapidez na resolução de dúvidas e problemas. Além do mais, existe a possibilidade de integrar imobiliárias com portais de anúncios e investir em chatbots de modo a otimizar os atendimentos.

Imóveis mais funcionais

Outro panorama tendencioso foi sentido na mudança dos hábitos do público, especialmente no quesito habitação. A economia e a praticidade foram substituídas pelo conforto e bem-estar em alguns perfis de potenciais compradores.

Até pouco tempo era quase unânime ouvir relatos de como era melhor ter uma moradia pequena, bem localizada e perto de tudo. Mas, com o isolamento causado pela pandemia, as pessoas passaram a ficar o dia todo em casa.

A consequência foi uma angústia por falta de espaço. Uma sacada para tomar sol, um cômodo para o home office, um espaço para as crianças e por aí vai. Isso levou ao surgimento de novas demandas habitacionais, sobretudo de quem tem família grande.

Devido a essa realidade e valorização do lar, crescerão ainda mais as buscas vendas e visitas imobiliárias de residências maiores, tanto de rua quanto de condomínio.

Imóveis compactos

Esse tipo de moradia é muito procurado pelos jovens metropolitanos. Com a vida cada vez mais corrida, os moradores de capitais buscam por apartamentos ou casas próximas aos locais onde trabalham, a fim de facilitar a rotina.

Casando-se cada vez mais tarde, várias pessoas solteiras também não se incomodam em morar em imóveis compactos, pois atendem bem as necessidades básicas — como ter um lugar para relaxar, dormir, tomar banho e fazer refeições.

Essa demanda gerou uma nova categoria no mercado imobiliário, que é a venda de unidades menores que 45 m². Esse é o objetivo da juventude adulta (antes dos 30 anos), que sai da casa dos pais, mas ainda não formou família.

São profissionais com empregos fixos que prezam praticidade e qualidade de vida. Para atender a essa procura, então, as construtoras criam ambientes compartilhados, a exemplo de lavanderias, refeitórios, salões de festas e eventos e até espaço de coworking.

Experiências imersivas

A experiência do consumidor está passando por uma mudança drástica com o universo digital. Graças às novidades tecnológicas — como Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista, aliadas aos recursos de interação e percepção —, a forma como as pessoas interagem com produtos e serviços hoje é outra.

Quando essas ferramentas chegam no segmento imobiliário, torna-se possível vivenciar uma jornada de compra e venda de imóveis revolucionária. Por meio de um tour virtual com visão 360°, por exemplo, o comprador tem uma sensação realista de como é estar na casa que ele tem interesse, evitando deslocamentos.

Além disso, é possível conferir diversos imóveis em um único dia. Essas ferramentas imersivas podem melhorar o vínculo comercial entre cliente e corretor, gerando empatia, compreensão e antecipação das necessidades do público.

Avaliação de compra mais criteriosa

Com as facilidades e inovações presentes no mercado, as pessoas estão mais exigentes em relação ao que querem comprar. E os vendedores de imóveis precisam fazer o possível para valorizar suas ofertas e estimular o fechamento de negócios.

Para isso, é necessário construir uma boa reputação perante a clientela a fim de que sua empresa seja escolhida pelos novos compradores. Por fim, é válido garantir transparência nos negócios, para que clientes possam dar opiniões sobre a experiência de aquisição na plataforma de vendas ou redes sociais. Isso incentiva as decisões de visita e de compra de outras pessoas interessadas.

Então, o que achou das tendências do mercado imobiliário em 2021? O segredo do sucesso está em acompanhar as inovações, afinal, o próximo ano será muito proveitoso para negócios que contam com uma equipe preparada e que se planeja de forma estratégica.

Gostou deste conteúdo? Aproveite o gancho da leitura e conheça as boas práticas de um relatório contábil!

  • Created on .

Mantenha-se atualizado com notícias, inspirações e eventos



Todo o mercado imobiliário em suas mãos

Social


Copyright 1989 - - Alterdata Software - Todos os Direitos Reservados

Ligue agora, é grátis

0800 704 1418