Qual a importância da vistoria de imóveis para locação?

Importância da vistoria de imóveis para locação
Como garantir que determinado imóvel para locação seja entregue nas devidas condições exigidas para uso, e que será devolvido ao fim do prazo do aluguel da mesma forma como estava no ato do recebimento das chaves? A resposta está na vistoria de imóveis.
 
A realidade é que este é um procedimento fundamental nesse tipo de operação. Quando você realiza uma vistoria de imóveis no momento certo e com a devida atenção, consegue viabilizar o processo de locação, evitando erros e contratempos.
 
Quer saber mais sobre isso, além de outras informações essenciais sobre o tema? Então acompanhe.
 

O que é uma vistoria de imóveis?

Em resumo, trata-se de uma visita técnica. Ela é realizada sempre no imóvel que está para ser alugado. A ideia é que toda a propriedade seja analisada e fotografada. Somente assim é possível verificar se o local tem condições de atender às exigências, tanto do locador quanto do locatário. Isso porque ela pode ser realizada tanto na entrada quanto na saída de quem aluga o imóvel.
 
O resultado dessa visita técnica deve ser reunido em um documento. A ele damos o nome de laudo de vistoria. Em resumo, é preciso que nesse laudo constem todos os detalhes do imóvel. Isso diz respeito à quantidade de itens, como portas e janelas, materiais disponibilizados, condições dos recursos, entre outros.
 
Consequentemente, o laudo permite que a negociação entre as partes se torne mais confiável, já que, a partir dele, os envolvidos sabem que o local está qualificado para uso. Não por acaso, esse processo ocorre tanto em locações comerciais quanto em residenciais.

Porque a vistoria de imóveis deve ser realizada?

Existem vários motivos para você fazer a vistoria imobiliária. De maneira geral, todos eles têm a ver com uma palavra: segurança.
 
Pense em como isso pode dar credibilidade à operação. Embora não seja um procedimento obrigatório, a vistoria de imóveis oferece a segurança necessária para inquilino e proprietário fecharem negócio.
 
Vale lembrar que tão importante quanto saber em que condições o imóvel se encontra no ato da locação, é o inquilino saber como ele deve ser entregue no fim do contrato.
 
Imagine a seguinte situação: após um ou dois anos de uso do imóvel, a pessoa já não sabe mais como ele estava na origem. O que fazer? Neste caso, basta consultar o laudo de vistoria para ter certeza de como o imóvel deve ser entregue e como fazer eventuais reparos.
 
Da mesma forma, a vistoria de imóveis permite ganho de tempo para o inquilino. Se ele sabe que a casa foi entregue sob determinadas condições, com uma quantidade específica de elementos, basta observar esses dados quando for o momento da devolução para garantir o imóvel como ele foi recebido.
 
Em resumo, com a vistoria é possível evitar problemas envolvendo as duas partes do negócio. Como o laudo ilustra as condições adequadas do imóvel, ele pode ser a referência necessária para que o aluguel esteja sempre de acordo com as expectativas.

De que forma a vistoria é feita?

Existem dois tipos de vistorias, a de entrada e a de saída. A primeira é anterior à entrega das chaves, enquanto a segunda, à devolução delas. Em ambas, o que se avalia são as condições do imóvel. Enquanto a vistoria de entrada verifica quais são as condições do imóvel que será entregue ao inquilino, a de saída avalia se o mesmo foi devolvido nas condições indicadas no início do negócio.
 
Vale destacar que apenas profissionais qualificados podem realizar essa tarefa. Cabe a eles, geralmente em nome das imobiliárias, irem até o imóvel em busca desses dados. O laudo pode conter anotações, fotos e vídeos do ambiente. Reunidas as informações, ele deve ser entregue ao proprietário e ao inquilino para ser validado. Feito isso, o negócio pode prosseguir.
 
No geral, não é preciso trabalhar com um modelo específico de laudo de vistoria de imóveis. A única necessidade é que o documento seja escrito de maneira clara, para que posteriormente seja consultado com maior facilidade pelas partes envolvidas.

Como fazer a vistoria de maneira qualificada e segura

O importante é entender a vistoria como uma análise da infraestrutura do local. É preciso avaliar o bom funcionamento do imóvel, e isso diz respeito a antes e depois do uso. Vistoriadores profissionais e corretores podem exercer essa função.
 
No laudo de vistoria de imóveis é importante que constem informações a respeito das dimensões do imóvel, as condições de itens essenciais e a existência de problemas como infiltrações, vazamentos e rachaduras.
 
Além disso, vale a pena observar como se encontra a mobília, avaliar as instalações hidráulicas e elétricas, as condições de pintura e revestimentos, como estão pisos e forros, janelas e portas, nivelamento, entre outros. Feito isso, é preciso anexar o documento ao contrato de locação para que as partes o assinem.
 
Se você colocar as informações em formato de checklist, ficará mais fácil conferir cada item da lista e também simplificar o entendimento dos envolvidos. Também é possível contar com recursos digitais para tanto.

A lei do inquilinato

É sempre importante destacar a existência da lei de número 8.245, a chamada lei do inquilinato, de 18 de outubro de 1991. É ela que estabelece as regras a respeito da locação imobiliária no país.
 
Nessa lei, fica claro que o locatário tem a responsabilidade de notificar imediatamente a existência de qualquer dano no imóvel. Da mesma forma, cabe a ele fazer o reparo. Também diz a lei que não é permitido fazer qualquer modificação estrutural no imóvel sem a autorização por escrito do locador.
 
Normalmente, quando situações nas quais há divergências no entendimento de proprietário e inquilino em relação à integridade do imóvel, a solução é comparar os dados presentes com o que aparece no laudo de vistoria de imóveis.
 
Por fim, diante de um processo de locação, o caminho mais seguro para garantir a proteção necessária para os envolvidos é fazer o laudo de vistoria de imóveis com maior grau de detalhamento. Ao concluir o projeto e reunir a assinatura de ambas as partes, você terá um documento confiável para usar em qualquer eventualidade.
 
Agora que sabe sobre laudo de vistoria de imóveis, saiba mais sobre como a sua imobiliária pode prosperar no mercado. Confira o blog da Immobile.
  • Created on .

Mantenha-se atualizado com notícias, inspirações e eventos



Todo o mercado imobiliário em suas mãos

Social


Copyright 1989 - - Alterdata Software - Todos os Direitos Reservados

Ligue agora, é grátis

0800 704 1418